Novidades sobre mobilidade elétrica na América Latina

Novidades sobre mobilidade elétrica na América Latina

Quais os desafios para a implantação da mobilidade elétrica na américa latina

Por Lilian Primo Albuquerque

No mês de setembro é comemorado o mês da mobilidade urbana em São Paulo, onde aconteceu a 17ª edição do “VEÍCULO ELÉTRICO LATINO-AMERICANO 2022”.

Um evento que traz novidades para o setor, desde veículos levíssimos até pesados, além de serviços e componentes para a mobilidade elétrica.

Junto do evento, ocorreu o “C-MOVE”, um congresso sobre mobilidade elétrica que reuniu mais de 130 especialistas na área com 30 apresentações para discutir sobre políticas públicas, tecnologias e tendências sobre a mobilidade híbrida e elétrica no Brasil e no mundo.

Logo do evento Veículo Elétrico Latino-Americano e do Congresso CMove

Ricardo Guggisberg, presidente da MES Eventos, organizadora do evento, explica que tivemos uma ampla oferta de soluções relacionadas à eletro-mobilidade, desde veículos levíssimos como patinetes elétricos até pesados como ônibus elétricos de transporte urbanos.

O próprio prefeito atual da capital paulista, “Ricardo Nunes”, compareceu ao evento e viu de perto um ônibus 100% elétrico que, segundo ele, será um dos modelos escolhido para serem usados na capital paulista. Ele informou ainda que a prefeitura possui uma meta para trocar 20% de toda a frota da cidade de São Paulo por ônibus elétricos até 2024, lembrando que a frota atual tem cerca de 13 mil ônibus.

Ônibus 100% elétrico Azure A12 BR – Foto: Divulgação Prefeitura de São Paulo

A feira contou com muitas novidades, além de apresentações de veículos 100% elétricos, como não poderia faltar, tivemos várias novidades no setor como:

  •  Escolas com formação voltada para o tema eletro-mobilidade para preparar profissionais para esse futuro setor que está crescendo cada vez mais.
  •  Estações de carregamento capazes de abastecer veículos elétricos em até 35 minutos com energia de fonte renovável e certificada.
  •  Carregadores rápidos e ultrarrápidos, capazes de abastecer um carro elétrico em cerca de 15 minutos.
  • Empresas que comercializam certificados de crédito de carbono ou que gerenciam sistemas de compartilhamento de veículos.

Além das soluções de mobilidade elétrica tivemos exibição de obras de artes digitais, criadas por inteligência artificial com o tema veículos elétricos. No total foram 10 peças expostas.

Foi um evento que juntou todo o setor de eletro-mobilidade, inclusive eu mesma participei de um painel sobre veículos elétricos levíssimos, ou seja, veículos de até 500Kg como os patinetes elétricos, scooters elétricas, bicicletas elétricas, skates elétricos entre outros.

Nesse painel debatemos sobre os desafios dos levíssimos na logística, pois apesar de ser um dos modais que está crescendo no mundo todo, necessita de um maior investimento por parte do poder público, como por exemplo a criação de ciclofaixas para esses tipos de veículos, além de uma regulamentação da utilização nas cidades. Atualmente não temos uma definição ou legislação específica que favoreça esse tipo de transporte, vale lembrar que ele não só ajudaria o setor de logística, mas também usuários particulares. Atualmente trechos curtos como ir do trabalho a uma consulta médica que acaba sendo muito longa para ir andando, porém curta para um carro; a solução pode ser encontrada no uso de um patinete elétrico, por exemplo.

Outro problema debatido foi a questão do relevo de algumas cidades que desfavorecem a utilização desse tipo de veículo, mas que pode ser superado integrando outros meios, como o transporte público, em alguns trechos de terreno desfavorável o que otimiza o tempo do trajeto.

Empresa que vem crescendo no seguimento do micro mobilidade é a Mobye, uma empresa que pensa em uma Smart City, tendo a mobilidade como cultura, oferecendo soluções para vários setores e diferentes perfis de usuários.

Logo da empresa Mobye

Para usuários corporativos que buscam entrar na sustentabilidade através da micro mobilidade verde, a Mobye oferece soluções elétricas desde patinetes e bikes até carros elétricos. A empresa oferece a solução completa com tudo incluso, manutenção, reposição de equipamentos e treinamento de como usar os equipamentos de forma segura.

Outro setor que vem demandando este tipo de mobilidade é o de condomínios residenciais ou comerciais, onde é essencial ter uma alternativa rápida de transporte entre os prédios, casas ou estabelecimentos. Um condomínio, em muitos casos, assemelha-se a uma microcidade, onde pode ser adotada uma solução verde para o transporte interno.

E por último, mas não menos importante, o setor de eventos, que voltou com muita força após a pandemia, desde uma festa de casamento a um grande pavilhão de eventos, o aluguel de patinetes por exemplo, pode ser uma solução prática e rápida de transporte, além de um charme a mais com os equipamentos customizados com a temática do evento.

Ainda temos muitos desafios na América Latina para implementação da mobilidade elétrica de modo geral, porém, eu que acompanho de perto esse setor há algum tempo, tenho visto o crescimento exponencial de empresas e pessoas buscando por cada vez mais essas soluções, devido a sustentabilidade que é a chave para um futuro melhor.

Apesar de parecer que estamos engatinhando quando comparados a países europeus, vale lembrar que o nosso país tem dimensões continentais, o que pode dificultar uma implementação rápida de forma homogênea, porém nos grandes centros, como São Paulo, a mobilidade elétrica já está se tornando uma realidade.

Muitos estudos indicam que o brasileiro gosta de experimentar novas tecnologias, além de ser um povo que se preocupa com o meio ambiente e sempre busca opções sustentáveis; falta um foco maior dos nossos representantes e governantes para incentivo dessa nova tendência, ou melhor, nessa nova realidade que é a mobilidade elétrica. O Brasil tem tudo para se tornar um exemplo sustentável de mobilidade no mundo.

Eu, sempre que posso, vou de patinete, e você, vai de quê?

Lilian Primo Albuquerque: CEO e Co- Founder da Mobye Mobilidade Eletrica, founder da LPAS Consultoria e Conselheira TrendsInnovation. Executiva de Tecnologia, VP do Conselho Consultivo do Instituto Êxito Latino Americano de Empreendedorismo e Inovação e VP de TI na ANEFAC, Colunista na Nova Brasil FM, Exito empreenda IG , AddNews , Startupi e Investidora na Bossa Nova.

LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/lilianpas/
YouTube: https://www.youtube.com/@lilianprimoalbuquerque

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.